O QUE É PSICODRAMA?

O Psicodrama é um método de “approach” psicológico que consente à pessoa exprimir, através da colocação em cena de uma ação, as diferentes dimensões de sua vida e de estabelecer ligações construtivas entre elas. O Psicodrama facilita, graças à representação cênica, o estabelecimento de ligações mais harmoniosas entre as exigências psíquicas e as solicitações da realidade, levando à redescoberta e à valorização da própria espontaneidade e criatividade.

O Dr. J.L.Moreno, psiquiatra e pioneiro no campo dos processos de grupo, descobriu nos anos ’20 a importância e a eficácia de uma representação cênica para uma pessoa, daquilo que ela vive, viveu, desejaria viver, teria desejado viver…

Tal colocação em cena permite ativar, em um contexto protegido e acolhedor, um diálogo perceptivo, ativo e construtivo, entre os diferentes aspectos da própria vida. A pessoa alcança desta maneira um nível mais alto de consciência e de confiança de si mesmo, podendo acessar modos mais espontâneos e criativos no relacionar-se consigo mesmo e com os outros.

O Psicodrama é, portanto, um método de desenvolvimento pessoal baseado essencialmente sobre a “colocação em cena” dos conteúdos do mundo interno. No Psicodrama a pessoa “joga”, concretizando na cena, as suas representações mentais.

Num Psicodrama, a pessoa envolvida na pesquisa de si mesmo (protagonista), encontra a sustentação de:

  • Psicodramatista, o profissional qualificado que facilita o processo
  • Grupo de pessoas que criam o ambiente adequado à dramatização dos papéis solicitados pela representação
  • Espaço para a ação no qual se desenvolve a cena
  • Colocação em ação, estimulado pelo psicodramatista

No palco cênico o protagonista é ativamente empenhado em conhecer-se e a desenvolver os seus recursos: ele escuta as diferentes partes do seu mundo interno e relacional, as suas dúvidas, as suas perguntas, os seus talentos, os seus bloqueios, os seus desejos, as suas expectativas….

Assim fazendo ele ativa um diálogo interno que lhe consente colher possíveis soluções para seus conflitos intrapsíquicos e/ou de relação com o mundo externo. Neste seu proceder ele encontra estímulos e confirmações na participação e no apoio do psicodramatista como do grupo.

No Psicodrama a pessoa é colocada em condições de (re)experimentar as situações em vez de relatá-las. A pessoa pode falar com as diferentes partes de si, falar com as diferentes pessoas da própria vida (agora interiorizadas), em vez de falar delas.

Este “approach” que é direcionado a melhorar as relações interpessoais, graças à utilização de diferentes técnicas próprias da metodologia de ação (inversão de papel, duplo, espelho, solilóquio e outras mais), consente o desbloqueio de situações interiores cristalizadas e repetitivas, a solução de problemas e de situações de crise, a pesquisa e a descoberta de opções alternativas a respeito de si mesmo e do outro.

Com este método a pessoa pode, graças ao desenvolvimento de um diálogo ativo, entrar em um percurso de mudança que conduz à autonomia e à espontaneidade criativa. As seções de Psicodrama podem ser finalizadas ao crescimento pessoal (quando a participação no trabalho psicodramático é essencialmente orientado ao conhecimento de si mesmo e às exigências internas da pessoa diante das solicitações da realidade) ou à formação profissional (quando a participação no trabalho psicodramático for orientada primariamente à assunção de maiores capacidades na gestão profissional das relações interpessoais).

Na história da psicologia e da psiquiatria dinâmica, Jacob Levi Moreno (Bucareste 1889, Beacon, NY 1974) entra como o criador do psicodrama e um dos principais inventores da psicoterapia de grupo.

A ele se deve a idéia revolucionária de ajudar o individuo intervindo sobre o seu sistema de relações interpessoais.

Com a invenção do Psicodrama por parte de Moreno, entram na psicoterapia contemporânea os métodos “ativos”. Nele usa-se o recurso da linguagem do corpo e uma direção terapêutica baseada sobre fazer além do que o dizer.

Anúncios

2 Responses to O QUE É PSICODRAMA?

  1. Ivana Sefrian F. Lahoz disse:

    Parabéns pelo artigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: